Os livros mais vendidos na Arábia Saudita e Emirados

Lista traz títulos mais comercializados pela Amazon no Brasil, Emirados Árabes e Arábia Saudita, entre outros países. Confira quais são eles.

Quer saber quais são os livros que a Amazon mais vendeu nos Emirados Árabes Unidos e na Arábia Saudita? A empresa, que é a maior companhia de e-commerce do mundo, divulgou uma lista com os títulos mais comercializados de março do ano passado a março deste ano, incluindo os dois países árabes e o Brasil.

Nos Emirados Árabes Unidos, os livros de autoajuda são o grande interesse dos leitores, segundo a Amazon. O mais vendido foi ‘Ikigai: O segredo dos japoneses para uma vida longa e feliz’. Ikigai significa razão de viver e o livro propõe que o leitor encontre um propósito para guiar sua vida. Segundo descrição do livro na Amazon, ter um ikigai claro e definido dá satisfação, justifica a existência e é a chave da longevidade.

Os autores do livro, os espanhóis Francesc Miralles e Héctor García, foram até Okinawa, a ilha japonesa de população centenária, e contam na publicação os hábitos e rotinas que mantêm essas pessoas com a saúde da mente, do corpo e do espírito em dia. García, engenheiro de software, tem cidadania japonesa e morou no Japão por mais de uma década. Miralles é um autor premiado de livros de desenvolvimento pessoal.

Os leitores na Arábia Saudita preferiram um livro de quebra-cabeças, o ‘Brain Games for Clever Kids’, que em português quer dizer “Jogos Cerebrais para Crianças Inteligentes”. Voltado para leitores de oito a 12 anos, a publicação é um entretenimento criado por Gareth Moore, que costuma lançar livros do tipo, com enigmas e atividades. “Brain Games for Clever Kids’ traz mais de 90 quebra-cabeças, inclusive japoneses.

No Brasil, o livro mais comercializado pela Amazon foi o primeiro título da saga do bruxinho Harry Potter, ‘Harry Potter e a Pedra Filosofal’, de J.K Rowling. Em segundo lugar veio ‘Arrume a sua cama: Pequenas coisas que podem mudar a sua vida… E talvez o mundo’, de William H. McRaven, e o terceiro mais vendido foi ‘Como convencer alguém em 90 segundos: Crie uma primeira impressão vendedora’, de Nicholas Boothman.

A contagem da Amazon soma a venda de livros em todos os formatos e empréstimos por meio do programa de assinatura Kindle Unlimited. A comercialização de livros é um dos pontos fortes da empresa de e-commerce, que está atualmente presente em 190 países. Negócios digitais como os da Amazon cresceram muito na pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *